Nova data para Abril, em Montemor o Novo!

(English version below)


A Terracrua Design vem a Montemor-o-Novo apresentar os seus serviços, em pequenas sessões de consultoria gratuita em Planeamento Regenerativo, Permacultura, Agrosilvopastorícia Holística e Design Keyline.

O Dia Aberto em Montemor é destinado a proprietários de quintas e Herdades, no Concelho de Montemor o Novo e concelhos limítrofes (Coruche, Arraiolos, Évora, Viana do Alentejo, Alcácer do Sal, Vendas Novas e Montijo), sendo que os proprietários do Concelho de Montemor terão prioridade no agendamento.

O numero máximo de sessões é 4, 1 proprietário por sessão, sendo organizado nos seguintes horários: 9:00 - 10:30 / 11:00 - 12:30 / 14:00 - 15:30 / 16:00 - 17:30. Estas sessões de consultoria são gratuitas, mas a inscrição é obrigatória. Para marcações seguir este link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdv23UOAcJibHsqRXLm6ycjEs2Uv5pe2UYyfc6gyK5Lz5mPHA/viewform?usp=sf_link ou através do nosso site em "agendar reunião" PT: Iremos reunir em volta do vosso projecto e dar-vos uma ideia de como o planeamento regenerativo pode ajudar a desenvolver ideias iniciais e pistas, num projecto eficiente e abundante, tanto a nível económico, como ecológico !

Durante as sessões, damos uma ideia de como se preparar os terrenos em termos de adaptação às alterações climáticas e desertificação, através do design keyline, permacultura e agricultura regenerativa. Para quem e para quê? Esta iniciativa, que se dirige aos produtores, criadores, proprietários, caçadores, prestadores de serviços agrícolas e florestais, associações e fazedores do território, sem excluir o público em geral, tem particular relevância ora no contexto de espaços produtivos agrícolas, silvícolas, pecuários, reservas de caça, entre outros, ora no quadro de ecossistemas ribeirinhos e zonas húmidas degradados.



O Planeamento Estrutural Regenerativo da Paisagem analisa e abrange a totalidade da paisagem; - Projecta, planea e ordena todas as infraestruturas necessárias ao estabelecimento das actividades humanas, num profundo equilíbrio com o enquadramento ecológico de cada paisagem ou território: - Concentra-se na integração de todas as componentes invisíveis da paisagem (naturais e artificiais), num plano holístico de arquitectura ecológica, abrangendo a totalidade da paisagem; - Procura tornar as condicionantes naturais da paisagem em “aliados” polivalentes do fazedor do território, através dum plano de gestão judicioso dos recursos naturais; - Projecta e planeia todas as intervenções no território, e seu plano de infraestruturas conexas para a sua máxima eficiência e baixo impacto ecológico, energético e financeiro, a curto, médio e longo-prazo;

A abordagem e fio condutor das sessões gratuitas de aconselhamento em planeamento ecológico assenta em primeiro lugar, numa “matriz” estrutural e de hidratação da paisagem, e num conjunto de princípios e estratégias (Ecologia Regenerativa, Design de Permacultura,) que pretendem sugerir, demonstrar viabilidade, e dar a conhecer estratégias e técnicas para:

- A valorização, o aproveitamento e a gestão eficiente dos recursos, bens e serviços naturais; com a proposta permanente de considerar recursos (hídricos) solares, eólicos, solos, e até o próprio aspecto topográfico, etc., como fontes de energia valiosas; - A mitigação dos impactos negativos da exploração (e outras actividades baseadas no território e nos recursos naturais), quando estes são inevitáveis; - A optimização das práticas de produção e gestão agrossilvopastoril, ou, isoladamente, agrícola, pecuária silvícola e cinegética, com foco no desenvolvimento, posterior por parte dos fazedores, de estandartes e técnicas de produção que, ao mesmo tempo, criem abundância financeira e dinamização social consequente, bem como mantenham e fomentem a biodiversidade dos ecossistemas em causa; - Prevenção de gastos, poluição e/ou desperdícios: energéticos, financeiros, e temporais; - Manutenção e fomento do equilíbrio do ecossistema envolvente; - Resiliência contra os incêndios; - O melhoramento da qualidade e do património paisagístico, sendo esta vertente mais relevante para o contexto turístico e de espaços públicos. Participação gratuita, mas com inscrição obrigatória, aqui: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdv23UOAcJibHsqRXLm6ycjEs2Uv5pe2UYyfc6gyK5Lz5mPHA/viewform?usp=sf_link EN: Our free counseling sessions on good practices in production, management, maintenance and use of resources and natural resources, are now also taking place in Montemor o Novo! We regularly offer free ecological planning sessions to introduce ourselves and our design methods. During these days we have availability for 4 sessions of 90 minutes each. We will gather around your project and give you an idea of ​​how regenerative planning can help to develop initial ideas and clues, in an efficient and abundant project, both economically and ecologically! During the sessions, we give an idea of ​​how to prepare the land in terms of adaptation to climate change and desertification, through keyline design, permaculture and regenerative agriculture. For whom and for what? This initiative, which is aimed at producers, breeders, owners, hunters, agricultural and forestry service providers, associations and landowners, without excluding the general public, is particularly relevant now in the context of agricultural, forestry, livestock, game reserves, among others, in the context of degraded riverside and wetland ecosystems. The Regenerative Structural Landscape Planning analyzes and covers the entire landscape; - Projects, plans and arranges all the infrastructures necessary for the establishment of human activities, in deep balance with the ecological framework of each landscape or territory: - Focuses on the integration of all invisible components of the landscape (natural and artificial), in a holistic plan of ecological architecture, covering the entire landscape; - It seeks to turn the natural conditions of the landscape into polyvalent “allies” for the landowner, through a judicious management plan for natural resources; - Projects and plans all interventions in the territory, and its plan of related infrastructures for maximum efficiency and low ecological, energy and financial impact, in the short, medium and long term; The approach and guideline of the free ecological planning counseling sessions is based primarily on a structural and hydrating “matrix” of the landscape, and on a set of principles and strategies (Regenerative Ecology, Permaculture Design,) which they intend to suggest, demonstrate feasibility, and publicize strategies and techniques for: - The valorisation, use and efficient management of natural resources, goods and services; with the permanent proposal to consider solar (wind) resources, wind, soils, and even the topographic aspect itself, etc., as valuable energy sources; - The mitigation of negative impacts of exploitation (and other activities based on territory and natural resources), when these are unavoidable; - The optimization of agrosilvopastoral production or management practices, or, separately, agricultural, forestry and hunting livestock, with a focus on the development, later on by the makers, of standards and production techniques that, at the same time, create financial abundance and dynamism consequent social impact, as well as maintaining and promoting the biodiversity of the ecosystems concerned; - Prevention of expenses, pollution and / or waste: energy, financial, and time; - Maintenance and promotion of the balance of the surrounding ecosystem; - Resilience against fires; - The improvement of quality and landscape heritage, this aspect being more relevant to the tourist context and public spaces. Free participation, but mandatory registration, here: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdv23UOAcJibHsqRXLm6ycjEs2Uv5pe2UYyfc6gyK5Lz5mPHA/viewform?usp=sf_link https://www.facebook.com/events/625124081587309/

Contactos:

+351 964 296 574